Técnica da Concentração

Consiste em o candidato a projeção concentrar-se em um objeto desejando chegar até ele, com objetivo da saída do corpo. Um tipo de meditação.

O objeto mais conhecido e usado nesta técnica é uma vela, pois podemos usar o ambiente ou quarto com as luzes apagadas ou numa escuridão que a vela deixará sua claridade natural no ambiente, ficando obviamente, a vista.

Lembrando ao Candidato a projeção, que a sua vontade é fator predominante.

Técnica:

– Isole-se num local calmo e sem barulho, avise a todos para não se incomodado.

– Acenda uma vela num local alto sobre um prato largo e sem risco de incêndio, onde possa ter total visão tanto sentado quanto deitado, você escolherá a posição que lhe servir melhor.

– Escureça o quarto totalmente, pois a luz da vela já deixará um luz natural.

– Após exercícios energéticos, EV, olhe diretamente para a vela, fixe o olhar até sentir que entre a vela e você existe uma ligação, e que naquele momento só tem você e ela, e vá assim desejando fortemente chegar até ela e toca-la.

– Se você sentir que está se locomovendo, pense em ir para a vela imediatamente, pois o alvo mental que criou, nem a faixa de atuação do cordão de prata (aura), poderá te prender no corpo.

– Não esqueça de fazer os exercícios energéticos, principalmente se concentrando no Fronto Chacra, para não entrar numa projeção Cega, devido o fronto chacra estar bloqueado.

– Inclusive esta técnica é também usada para quem se destrai muito facilmente. Ficará surpreso com a facilidade que sua mente muda a direção, levando os pensamentos para devaneios e assuntos totalmente fora da técnica, quando isso acontecer, o que é absolutamente normal, volte a se concentrar.

– Peça sempre que achar necessário, ajuda aos nosso amigos mais leais, os Amparadores. Eles ajudam sempre quando há um bom motivo, e bons padrões de pensamento, com base nisso nunca esqueça que sua conduta moral diária, isso conta muito, pois eleva o nível de suas energias.

Boas Tentativas e boas projeções.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Técnicas. Bookmark o link permanente.