Técnica projetiva I

1) Sentado confortavelmente, erga os pensamentos e sentimentos ao Supremo e se conecte às forças criativas que operam invisivelmente a favor de todos os seres em todas as dimensões.

2) Manifeste grande abertura mental e profunda boa vontade de crescer espiritualmente e ser útil à existência.

3) Leve a atenção para as plantas dos pés e visualize uma camada de energia amarelo-claro aderida nelas (algo semelhante à uma pasta energética de uns três centímetros de espessura).

4) Mantenha a atenção nessas camadas luminosas por cerca de três minutos. Faça isso de maneira pacífica, sem agitação. Apenas preste atenção na luminosidade das plantas dos pés.

5) Leve a atenção para as palmas das mãos e visualize uma camada luminosa aderida nelas também.

6) Mantenha a atenção na luminosidade das mãos por cerca de três minutos.

7) Preste atenção na luminosidade das plantas dos pés e das palmas das mãos ao mesmo tempo. Fique assim por cerca de dois minutos.

8) Leve a atenção para o meio do peito. Visualize uma esfera luminosa crescendo dentro da região central toráxica (semelhante à um autêntico sol que suavemente desponta no meio do peito).

9) Preencha esse sol peitoral com amor, paz e boa vontade. Sua luz é suave e serena. Sinta-se bem por estar nessa luz!

10) Deite-se em decúbito dorsal.

11) Preste atenção, ao mesmo tempo, na massa luminosa das plantas dos pés, das mãos e no sol peitoral.

12) Leve a atenção para o topo da cabeça (chacra coronário) e transforme seu cabelo em uma massa luminosa e espalhe-a suavemente pela cabeça (no caso de pessoas calvas e carecas, visualizar a massa luminosa diretamente).

13) Mantenha sua atenção nisso e procure pensar na palavra “CONSCIÊNCIA”. Caso não consiga manter a atenção na cabeça, fixe-a em algum dos pontos anteriores.

14) Entregue-se às sensações decorrentes dessa prática e mergulhe serenamente na luz de sua própria divindade.

15) Adormeça com a consciência tranqüila, predisposta para o despertar extrafísico sadio.

Observações:

Faça esta prática durante seis meses (pelo menos três vezes por semana, na hora de dormir).
Há centros energéticos nas plantas dos pés (chacras plantares, por onde entra a kundalini) e nas palmas das mãos (chacras palmares).
Visualizar um sol dentro do peito ativa o chacra cardíaco.
Visualizar energia aderida na cabeça estimula o chacra coronário e a glândula pineal (centro do crânio, abaixo dos hemisférios cerebrais).
Por repercussão, pode ocorrer uma certa ativação do chacra frontal (pulsação na testa ou nas têmporas, calor na testa ou na região interciliar, clarões dentro da parte interna frontal).
Ninguém deve tentar uma projeção com motivos levianos, sob pena de tornar-se vítima de espíritos infelizes que serão atraídos pela leviandade da própria pessoa.
Quem me passou esta técnica foi um dos amparadores do grupo extrafísico “Os Iniciados”.
Vale a pena fazer algo com AMOR!
Parceiros indispensáveis de um projetor sadio: paciência, discernimento, simplicidade e luz nos objetivos.
Os amparadores extrafísicos são muito legais. Vale a pena estar em sintonia com eles.
Projeção não é “turismo espiritual”. Significa aprender e trabalhar espiritualmente enquanto o corpo físico descansa no leito.
A luz divina está em todos os seres. Acenda a sua e seja feliz.
Paz e luz!
São Paulo, 30/09/98 às 6:00 h da manhã

 

 

Técnica projetiva II
Postado em: 14 Sep 2007

1. Sentado confortavelmente, eleve os pensamentos, sentimentos e energias ao Supremo Amor e manifeste profunda intenção de crescer e ser útil às forças benéficas que operam a favor da evolução de todos os seres.

2. Utilizando-se de sua capacidade de imaginação, leve a atenção para o centro interno do meio do peito e visualize uma esfera de luz rosa pulsando suavemente. Pacientemente, vá expandindo-a. Transforme-a em um autêntico sol rosa. Que essa luz rosada seja a pura expressão de seus melhores sentimentos e aspirações espirituais. Fique assim por cerca de três minutos.

3. A seguir, leve a atenção para a parte inferior do queixo e visualize que um pequeno ponto de luz amarela começa a acender e apagar continuamente ali. Faça isso por cerca de dois minutos.

4. Na sequência, visualize um foco de luz branca aceso no centro interno da testa (semelhante a um farol aceso). Com gentileza, procure expandir essa luz. Pense no bem de todos os seres. Fique assim por cerca de três minutos.

5. A seguir, deite em decúbito dorsal e procure prestar atenção nos três centros luminosos ao mesmo tempo. Fique nesta posição pelo tempo (confortável) que lhe seja possível.

6. Não exerça nenhuma tensão sobre você. No momento que desejar, solte-se, mude de posição e mergulhe no sono tranqüilamente.

7. É bastante natural se você dormir durante a prática, devido à dilatação da própria aura.

8. O importante é injetar dentro da consciência a idéia da projeção na hora do sono. Isso pode ocasionar o despertar da lucidez fora do corpo após algum tempo de sono. Isto é, você dormirá, mas despertará projetado posteriormente.

9. Permaneça sintonizado aos bons propósitos.

10. Não se esqueça dos amparadores extrafísicos, pois eles nunca lhe esquecem. São seus amigos espirituais incondicionalmente.

11. Abomine qualquer leviandade de sua parte. Nunca misture objetivos escusos em práticas espirituais, pois “semelhante atrai semelhante”. Nesse caso, por absoluta sintonia deletéria, você será o primeiro a sofrer repercussões psicofísicas negativas.

12. Modéstia, paciência e boa vontade ajudarão seu desenvolvimento. Persevere!

13. Paz e luz!

– Wagner Borges –

UM

O amor de Brahman* é maior do que as muitas correntes religiosas da Terra.

Quem o conhece intimamente, conhece a essência imanente, fonte invisível de toda manifestação.

Manifesto e imanifesto, tudo é ELE!

Quem vislumbra suas luzes originando continuamente o milagre da vida, é agraciado com a compreensão beatífica que inunda as praias do coração.

Raios preciosos, portadores de cores virtuosas sulcam as camadas vitais do Universo. São raios de Brahman!

São emissários de consciências, mensageiros da paz imperecível.

Quem percebe essas emanações sutis é portador de celestes numes.

É avatar do Amor Maior que governa a existência.

É luz consciente dentro da consciência onipresente!

Quem viaja perenemente nas luzes de Brahman, percebe a simplicidade transcendente do amor nutrindo todos os seres na magnitude da vida.

E sabe, com completa consciência, que apesar da multiplicidade das formas e do magno jogo de maya (ilusão) no reino dos sentidos, tudo é Brahman!

TUDO É UM!

BRAHMAN, ATMAN, OM… TUDO UM!

É SÓ O AMOR QUE NOS LEVA…

 

 

Técnica projetiva III (também melhora a sintonia espiritual com os amparadores)
Postado em: 14 Sep 2007

1. Sentado confortavelmente, erga a mente e o coração ao Supremo e manifeste amor, luz e simpatia a todos os seres.

2. Visualize a figura de um triângulo luminoso, cerca de 60 cm à frente de seu rosto.

3. Preste atenção nesta figura por cerca de um minuto.

4. A seguir, visualize três olhos dourados (na posição horizontal) alinhados lado a lado, bem no centro do triângulo.

5. Observe estes olhos por cerca de 2 minutos.

6. Tracione mentalmente esta figura em sua direção.

7. A seguir, interpenetre-a em seu rosto, isto é, faça o triângulo com os olhos entrar em você.

8. Fique assim por alguns minutos.

9. Relaxe e observe as repercussões energéticas ou espirituais desta prática.

10. Deite-se e pense em luz, luz, luz…

11. Mergulhe na Consciência Cósmica e seja feliz!

OM TAT SAT!

 

 

Técnica projetiva IV
Postado em: 14 Sep 2007

Deitado em decúbito dorsal, procure relaxar o corpo na cama.

Visualize que sua consciência desliza calmamente até o chacra umbilical (centro energético do umbigo).
Usando a imaginação, procure dividir seu corpo em duas partes: do umbigo para cima (parte superior do corpo) e do umbigo para baixo (parte inferior do corpo).

A seguir, visualize que a parte inferior do seu corpo (do umbigo para baixo) se transforma em água corrente.

Ao mesmo tempo, visualize que a parte superior do seu corpo (do umbigo para cima) se transforma em fogo.

Faça isso por alguns minutos todas as noites na hora de dormir.

– Wagner D. Borges –

* Essa é uma antiga técnica iogue, que tem dado bons resultados projetivos para nossos alunos.

 

 

Técnica projetiva V (Os Iniciados)
Postado em: 14 Sep 2007

Seja livre.

– Pense por si mesmo.

– Ajude os outros.

– Estude muito.

– Não tenha pressa.

– Paciência em ação.

– Pense no Bem antes de dormir.

– Lembre-se dos amparadores na hora de dormir.

– Não dê trela a maus pensamentos.

– Não dê vazão ao medo.

– É preferível perder do que brigar.

– Acenda os chacras diariamente.

– Preste atenção na salivação na hora de dormir.*

– Use a música como coadjuvante nas suas práticas.

– Seja perseverante e verdadeiro.

– Há mal e bem. Com qual deles você dorme?

– Os Iniciados –
(Recebido espiritualmente por Wagner D. Borges)

 

 

Técnica projetiva VI
Postado em: 14 Sep 2007

• POSIÇÃO: no início, sentado; após o término da seqüência, deitar em decúbito dorsal (barriga para cima), se possível;

• TEMPO DO EXERCÍCIO: de 8 a 10 minutos; se possível, faça essa prática ouvindo alguma música suave.

1. Eleve a mente aos planos superiores e busque a sintonia com os amparadores;

2. Pense na PAZ MUNDIAL;

3. Sinta um intenso bem-querer por todos os seres do Universo;

4. À guisa de auto-sugestão positiva, pense em PAZ, AMOR, LUZ, EVOLUÇÃO, ALEGRIA, IMORTALIDADE, COMPREENSÃO ETC;

5. Leve a atenção para os ossos das pernas e tente sondá-los mentalmente;

6. Visualize um vapor azulado emanando suavemente desses ossos;

7. A seguir, leve a atenção para a base da coluna; visualize um vapor violeta emanando dessa região e subindo por toda a extensão da coluna vertebral;

8. Visualize um vapor branco emanando dos ossos dos braços;

9. Visualize um vapor rosado emanando dos ombros para cima;

10. Visualize um vapor verde emanando do osso frontal;

11. Finalmente, visualize um vapor dourado emanando da caixa craniana. A essa altura, pode ser que o praticante sinta algumas repercussões na cabeça, tais como:

• ruídos intracranianos (estalidos dentro da cabeça);

• sensação de que os ossos da cabeça estão derretendo ou fumegando;

• zumbidos intracranianos;

• dilatação da aura da cabeça e pulsações nos chacras frontal, coronário e na base da nuca.

Essas repercussões evidenciam que o exercício está surtindo o efeito esperado.

12. Deite-se e procure pensar suavemente na projeção e nos amparadores.

PAZ E LUZ!

 

 

Técnica projetiva VII
Postado em: 14 Sep 2007

1. Sentado confortavelmente, feche os olhos e erga a mente e o coração ao AMOR MAIOR QUE GOVERNA A EXISTÊNCIA.

2. Lembre-se dos amparadores e manifeste silenciosamente PAZ E LUZ a todos os seres.

3. Leve a atenção suavemente até a orelha esquerda e visualize-a amplamente energizada. Isto é, transforme-a em uma orelha luminosa. Faça isso por cerca de um minuto.

4. Leve a atenção até a orelha direita e repita o mesmo procedimento.

5. Concentre-se ao mesmo tempo nas duas orelhas luminosas, por cerca de dois minutos.

6. Leve a atenção para o chacra laríngeo. Visualize uma esfera de energia branca no centro interno da garganta. Suavemente, faça a luz branca pulsar. Se houver algum desconforto, pois o chacra laríngeo é muito sensível, concentre a palavra “AMOR” no meio da luz branca.

7. A partir do centro luminoso da garganta, irradie dois fachos luminosos para cima, um para a orelha direita e outro para a orelha esquerda, interligando energeticamente o chacra laríngeo às duas orelhas luminosas. Faça isso por cerca de dois minutos.

8. Leve a atenção para o topo da cabeça e acenda o chacra coronário. Visualize um sol no alto da cabeça, por cerca de um minuto. Lembre-se que esse é o chacra mais elevado de todos.

9. Projete dois fachos luminosos do alto da cabeça para as duas orelhas luminosas, interligando-as energeticamente.

10. A essa altura, você já deve ter a seguinte visualização: duas orelhas luminosas, recebendo os fachos energéticos do chacra laríngeo (de baixo para cima) e, ao mesmo tempo, recebendo os fachos energéticos do chacra coronário (de cima para baixo). Permaneça assim por alguns minutos.

11. Possíveis repercussões energéticas: calor ou formigamento nas orelhas*, pulsações nos chacras laríngeo, frontal ou coronário, sensação de uma conexão energética entre os chacras laríngeo e coronário, sensação de dilatação da aura da cabeça, soltura energética (descoincidência) da aura de um dos lados da cabeça e vibrações na parte posterior da cabeça.

12. Deite-se tranqüilamente e solte-se; entregue-se suavemente às sensações energéticas…

Lembre-se: faça tudo com discernimento, boa vontade de crescer consciencialmente e muita confiança espiritual.

 

 

Técnica projetiva VIII
Postado em: 14 Sep 2007

Essa prática de visualização criativa e auto-energização foi sugerida por um dos amparadores da equipe espiritual de Ramatís. O seu objetivo é o relaxamento psicofísico e a soltura das energias do corpo espiritual nos processos projetivos.

Os procedimentos são bem simples:

1. Sentado confortavelmente, erga os pensamentos ao Grande Arquiteto do Universo e abra o coração na sintonia do Amor Que Ama Sem Nome.

2. Visualize uma jóia ovalada na cor verde-esmeralda incrustada no centro da testa (chacra frontal). Concentre-se no centro da jóia e mergulhe sua mente no seu brilho esverdeado. Pense que o verde é cura, equilíbrio, saúde e simpatia. Fique assim por cerca de uns três minutos aproximadamente.

3. A seguir, visualize uma coluna de luz amarela interpenetrando o topo da cabeça (chacra coronário) e enchendo o seu corpo com a energia clarinha. Essa energia se espalha e exterioriza-se pelos poros da pele formando uma camada áurica que acompanha os contornos do corpo para fora em cerca de 4 cms aproximadamente. Pense que essas energias formam um duplo energético amarelo-claro brilhante em torno do seu corpo. O amarelo é uma cor associada com a vitalidade e a inteligência.

4. Preste atenção ao mesmo tempo na energia amarela em torno do corpo e na jóia verde incrustada na testa. Pense no contraponto criativo do verde (cura e equilíbrio) com o amarelo (vitalidade e inteligência). Fique assim por três minutos.

5. Na seqüência, deite-se (se possível em decúbito dorsal por algum tempo, depois fique na posição que lhe seja mais confortável) e pense nos amparadores extrafísicos que possam guiá-lo em atividades extracorpóreas sadias e direcionadas ao Bem de todos os seres.

6. Se possível, caia no sono com as palavras “PAZ E LUZ” concentradas dentro de sua testa e o amor permeando o seu coração.

7. Lembre-se: você é um espírito! Sua natureza é estelar e você não nasce e nem morre, apenas entra e sai dos corpos perecíveis.

8. Você não é um ser humano vivendo uma experiência espiritual. É justamente o contrário: você é um espírito vivendo uma experiência humana.

9. Sair do corpo é uma capacidade parapsíquica de todo ser humano. É um potencial natural e pode ser desenvolvido para que a pessoa aproveite as suas horas de sono para crescer e aprender em outros planos de vida.

10. O pré-requisito básico para fazer uma projeção todo ser humano já possui. É que só sai o que já está dentro, naturalmente. Aliás, é por isso que na hora da morte o espírito sai do corpo definitivamente. O corpo com o metabolismo parado não oferece resistência a saída do psicossoma. No sono, o metabolismo está apenas mais relaxado e as ondas cerebrais mais tranqüilas (em ondas theta ou delta). Por isso, o desprendimento espiritual ocorre como decorrência disso. É algo natural: o sutil desprende-se do denso apenas porque estava dentro dele. Isso não é bom ou ruim, é apenas algo normal.

11. Dentro ou fora do corpo, seja feliz!*

PS: Um dos cuidados que sempre tenho é o de mesclar os temas projetivos com os toques espirituais. Por isso envio textos variados pelo site. Não estou interessado em encher as pessoas de estudos técnicos projetivos e não alertá-las para as devidas responsabilidades inerentes a tal estudo. É muito fácil ler um livro, participar de uma lista, fazer um curso, estudar alguma técnica projetiva ou fazer parte de um grupo de estudos. Difícil é realizar uma profunda tansformação consciencial com esse estudo e tornar-se uma pessoa mais criativa e feliz. Tornar-se alguém consciente do potencial luminoso que carrega em si mesmo. Não somente um projetor consciente, mas principalmente uma pessoa maravilhosa, dentro ou fora do corpo.

Esse é o motivo de mesclar os textos de vida após a morte (que tanto ajudam a quem está sofrendo a perda de alguém querido) e espiritualidade junto aos textos projetivos. E tantos outros textos que falam de canções criativas, poesias inspiradas, amor e luz.

O objetivo do envio desses textos é óbvio: a melhoria consciencial de todos nós. Para isso os amparadores de várias linhas espirituais me passam os textos espiritualistas. Seguindo a orientação deles, tenho permeado o estudo da projeção com diversos toques espirituais.

Não estou interessado em formar técnicos em projeção e chacras. Estou mais interessado em abrir as mentes e os corações e enchê-los de luz e amor.

Um dos ensinamentos de Jesus é: “Nem só de pão vive o homem”.

Pegando um gancho no que ele disse e adaptando ao nosso caso, posso dizer o seguinte (depois de tantos anos projetando-me espiritualmente): “Nem só de projeção vive o projetor”.

Ele também precisa de muita luz nos objetivos, muito amor no coração, bastante discernimento em seus estudos e práticas, muita paciência e modéstia e um grande agradecimento aos amparadores que lhe aportam a devida assistência invisivelmente.

E o melhor de tudo: uma grande alegria pela oportunidade do crescimento consciencial.

Paz e Luz.

 

 

Técnicas para projeção astral consciente
Postado em: 14 Sep 2007

Texto sobre domínio das energias, reforma íntima e projeção pequeno ensaio consciêncial

O rumo da vida, às vezes, é inesperado. Por isso, é necessário prestar atenção em todas as situações. Só assim o espírito em evolução pode absorver as experiências e estruturar a própria consciência em relação às coisas. Sem uma devida atenção isso não é possível.
A destreza mental é imprescindível na avaliação dos fatos. A maleabilidade mental também é de vital importância na aquisição de novas idéias.O processo de crescimento implica numa melhor acuidade mental na análise das situações.
É necessário refinar os sentidos físicos e astrais, para que o mental possa funcionar em perfeitas condições. Uma mente em turbulência não consegue avaliar direito as situações que a vida lhe apresenta a cada instante. O caminho do equilíbrio do mental passa, forçosamente antes, pelo equilíbrio emocional, já que o desequilíbrio emocional é o que mais afeta a serenidade dos pensamentos. Um dos erros mais crassos do ser humano é achar que pode dominar o emocional através da repressão das emoções. Algumas pessoas chegam a afirmar categoricamente que para dominar o emocional é necessário ter uma postura distante e fria das situações.
Esse é um erro muito comum, principalmente por parte de pseudo-intelectuais, que “arrotam” uma postura egoísta e fútil de aparente frieza, quando, na verdade, como qualquer ser humano, ardem de paixão no interior da alma.
O caminho do equilíbrio consciêncial passa por três estágios de desenvolvimento:

1. Melhoria da qualidade e da potência do pensamento;
2. Melhoria da qualidade e da potência do sentimento;
3. Melhoria da qualidade e da potência da energia vital.

1. Melhoria da qualidade e da potência do pensamento.Podemos classificar esse desenvolvimento mental em:

1A. Desenvolvimento da concentração;
1B. Capacidade de emissão de formas mentais (ideoplastia);
1C. Desenvolvimento dos chacras frontal e coronário;
1D. Ativação da glândula pineal;
1E. Meditação;
1F. Desenvolvimento da memória.

2. Melhoria da qualidade e da potência do sentimento. Podemos classificar o desenvolvimento sentimental em:

2A. Desenvolvimento dos chacras cardíaco, laríngeo e umbilical;
2B. Desenvolvimento da capacidade de irradiação de amor para os outros (fraternidade, ou melhor diria, amor incondicional);
2C. Desenvolvimento de atitudes pacíficas, mesmo no turbulento mar de emoções da humanidade. Obviamente que isso não significa alienação dos problemas e nem fuga das justas lutas do dia-a-dia. Significa simplesmente procurar ficar tranqüilo e sereno perante as complicações da vida humana.Se a vida já é difícil sem briga, imagine os percalços do caminho acrescidos da irritação que cada ser terrestre carrega no próprio peito;
2D. Desenvolvimento da compreensão (sem perder a galhardia e o dinamismo e sem ser piegas);
2E. Desenvolvimento e manutenção do bom-humor sadio;
2F. Desenvolvimento do equilíbrio emocional (através do controle rígido dos desejos inferiores).

3. Melhoria da qualidade e da potência da energia vital. Podemos classificar o desenvolvimento energético em:

3A. Desenvolvimento dos principais chacras, através de exercícios energéticos freqüentes e disciplinados;
3B. Desenvolvimento dos chacras palmares (palmas das mãos) e anulares (pontas dos dedos), através da freqüente exteriorização energética pelas mãos;
3C. Desenvolvimento da recepção de energias da natureza (sol, terra, ar, água, vegetação, etc.);
3D. Desenvolvimento da concha áurica (cúpula de energia distendida em todos os pontos que circula dinamicamente por toda a extensão do soma = corpo físico + duplo etérico);
3E. Desenvolvimento harmônico do aparelho respiratório, através de exercícios respiratórios apropriados à constituição física de cada um, levando em consideração o meio ambiente onde serão realizados;
3F. Desenvolvimento do aparelho físico, através de exercícios físicos apropriados à idade e constituição física da pessoa (caminhada, corrida, natação, etc.);
3G. Desenvolvimento do equilíbrio alimentar: a melhoria da alimentação começa pela equalização dos alimentos. O alimento adequado é sempre aquele que reúne os seguintes elementos em conjunto:
– riqueza de proteínas;
– densidade apropriada para digestão;
– sabor agradável.

Como indicação prática, podemos dizer que as frutas e as hortaliças são muito importantes na alimentação, com destaque para o abacate (energético), o melão (calmante) e o mamão (uma maravilha da natureza e rico em vitamina C).
Sem dúvida que a alimentação é uma questão de foro pessoal e cada um é que sabe as quantas anda o próprio organismo e o limite real daquilo que pode ou não ser ingerido com segurança. Porém, sem sombra de dúvida que alguns alimentos são bastante agressivos a qualquer organismo, devido à densidade de suas partículas energéticas. São eles:
– Carne vermelha de qualquer espécie (inclusive os seus derivados como frios e laticínios): não custa nada lembrar que a carne de porco é o pior veneno que existe, pois ela libera toxinas que irritam o organismo e descarregam no duplo etérico uma carga de “energia virulenta”, que atrai vários “vibriões psíquicos” para a aura do infeliz glutão que a consumiu;
– Café é um estimulante físico dos mais potentes. Seu consumo excessivo pode embotar as percepções psíquicas e enredar demasiadamente o psicossoma no seu envoltório de carne e ossos. Ao observar a aura de um bebedor contumaz de café, podemos constatar que, na altura do tórax, plexo solar e costas, há uma grande concentração de energia marrom, de aspecto denso e desagradável, que circula de maneira agitada, irritando todo o psiquismo dessas regiões assinaladas. Nos próprios meio humanos , costuma-se dizer que os bebedores de café são “pessoas irritadiças e tensas”. Por isso, visando um melhor equilíbrio energético, é bom não consumir mais do que duas xícaras de café por dia;
– Chocolate é uma iguaria apreciadíssima por todos e, ao mesmo tempo, um perigo, se consumido em excesso, para quem está desenvolvendo os chacras. O seu dano principal consiste na liberação de elementos agressivos ao estômago, fígado e intestinos. Pelo lado energético, o chocolate cria bloqueios no plexo solar e no chacra umbilical. Nessas regiões, a energia torna-se viscosa e a principal conseqüência disso é o embotamento do sistema de radar psíquico de que é dotado o chacra umbilical. Em condições normais, esse chacra é o primeiro a “sentir” quando o ambiente astral em torno da pessoa está infestado de vibrações grossas ou espíritos agarradiços.Além do mais, o consumo excessivo do chocolate faz com que alguns filamentos energéticos do cordão de prata, que saem do plexo solar durante as projeções astrais do psicossoma, tornem-se bastante densos, o que acarreta baixa lucidez e nível denso de manifestação nessas projeções. Se acrescentarmos ao consumo excessivo de chocolate ao consumo excessivo do café, essa influência nefasta no cordão de prata se estenderá até os seus filamentos principais, que estão inseridos na cabeça, afetando o chacra frontal e, por incrível que pareça, até mesmo as energias emanadas pela glândula pineal, alterando de maneira drástica, com o tempo e a freqüência do consumo, toda a aura do infeliz consumidor das “energias escuras” desses elementos .É importante fazer notar ao leitor, que não é proibido comer um bombom ou tomar um delicioso cafezinho. Estamos apenas alertando quanto à ingestão em excesso desses elementos;
– Colas, em relação às colas (Coca e Pepsi), podemos classificá-las energeticamente, se bem que com dano menor, na mesma categoria do café e do chocolate.
Resumindo tudo isso, podemos observar que o equilíbrio da consciência advém do equilíbrio mental. Este, por sua vez, depende do equilíbrio emocional, energético e físico dos outros veículos de manifestação. Logo, a consciência é um somatório de: Pensamento + sentimento + energia. Ou melhor, a consciência é um somatório de: Energia (E) + Sentimento (S) + Pensamento (P) = ESP (Percepção Extrasensorial integrada de todas as dimensões).
A energia vem antes de tudo, porque qualquer coisa é energia em graus variados de densidade. É na energia que tudo brota e cresce. Ela é a matriz que dá origem a tudo. Foi da energia cósmica primária (comum a todos os planos) que os espíritos co-criadores (auxiliares do Criador na evolução das formas criadas), plasmaram os veículos de manifestação dos vários planos. Para sua evolução, é necessário anexá-lo, em primeiro lugar, a um corpo mental, para que ele possa experiênciar o pensamento. Posteriormente, ele é anexado (através do mental) a um corpo emocional (astral), para experiênciar as emoções.
E, finalmente, a um corpo denso (físico + duplo etérico), para experiênciar as vivências do pensamento e da emoção no plano físico rudimentar.
Consideramos que a energia é o início de tudo porque o corpo mental, que é o instrumento evolutivo através do qual o espírito pensa, é formado na massa energética sutil do plano mental. Sendo assim, o corpo mental (que é o pensador) só existe porque antes dele existia a energia, na qual ele foi plasmado. Sem a energia não haveria um corpo mental e muito menos o pensamento.
Logo, em qualquer avaliação didática que possamos fazer, temos que considerar a energia como a matriz do próprio pensamento.
Em seguida vem o sentimento, pois, como já foi dito antes, uma mente desequilibrada não pode funcionar corretamente. Sem uma pacificação emocional, não há como existir serenidade nos pensamentos.
Logo, o pensamento equilibrado depende do sentimento equilibrado. Sem esse equilíbrio há distorção mental, o que acaba gerando pensamentos turbulentos (que nem mesmo podem ser chamados de pensamentos, pois são somente deformações mentais).
A prova disso é que a emissão de formas-pensamento (ou pensamentos-forma, como querem alguns), oriunda do corpo mental, é determinada pela natureza dos pensamentos. Vários fatores contam na produção de uma forma mental: forma, cor, nitidez, potência e qualidade.Sem dúvida que uma mente turbulenta só produz formas mentais esmaecidas, sem definição e de péssima qualidade.E, se a forma mental criada é confusa, obviamente que a mente que a produziu também é confusa.Isso evidencia que um pensamento confuso não é um pensamento real, mas sim um “simulacro de pensamento”. O pensamento real só pode existir se houver antes o sentimento na mente. Sendo assim, podemos concluir que: sem sentimento não há pensamento, já que não podemos considerar como pensamento as coisas negativas que brotam de uma mente turvada pela ignorância ou pelo orgulho.
Resumindo: pensar é uma arte! E o bom “artista consciêncial” é aquele que cria, com energia e sentimento, o bom pensamento.
Para que a consciência alce vôo para regiões e estágios evolutivos mais avançados, há que trilhar harmonicamente, através da experiência vivenciada, esses três caminhos de manifestação: o Pensamento, o Sentimento e a Energia. Esses caminhos devem estar equalizados e funcionando como conjunto perfeito da expressão consciêncial sadia. A trilha consciêncial reencarnatória, na qual a Evolução inseriu os espíritos, é árdua.
A via de escape implica em maturidade. Não aquela maturidade setorial, na qual a pessoa se sobressai em uma área específica e é medíocre em outras. Mas sim a maturidade plena, fruto da sabedoria e do equilíbrio em todos os contextos. Já é hora de concluirmos esses texto, mas não podemos deixar de assinalar ao leitor, ao apagar das luzes desse pequeno ensaio evolutivo, o resumo do resumo de todas essas idéias expostas: para viajar no tapete cósmico da Evolução, com sabedoria, cada consciência deve buscar a síntese do auto conhecimento exposta nesses três tópicos:
1. Desenvolvimento de capacidades parapsíquicas que possibilitem à consciência uma melhor inter-relação com o meio ambiente interdimensional externo e interno.
Todas as capacidades parapsíquicas, se forem cultivadas com amor e dedicação, são ferramentas evolutivas valiosas no crescimento da consciência.
Porém, a nosso ver, a expansão da consciência, a viagem da alma e a intuição são os instrumentos mais eficientes e diretos de contato com as realidades suprafísicas.A expansão da consciência (samadhi, satori, consciência cósmica, etc.), integra a consciência com todas as criaturas e com todos os planos de manifestação.
A viagem da alma (projeção da consciência, projeção astral, experiência fora do corpo, viagem astral, etc.), carrega a consciência para a manifestação “in loco”, seja no plano astral ou no plano mental, das realidade espirituais.
A intuição é o cabo de ligação da consciência com os valores mais altos que vêm de outras dimensões. É o fio que liga a alma a Deus;
2. Melhoria dos conceitos, através da abertura mental para todas as áreas de conhecimento, sejam elas humanas ou espirituais;
3. Melhoria dos sentidos espirituais, para capitação dos sons cósmicos que viajam pelo Cosmos, emanados pelos seres espirituais avançados, que comunicam suas idéias e vibrações através da inspiração. Esta, por sua vez, só aparece nos corações abençoados pelo amor incondicional e nas mentes iluminadas pelo discernimento.

Como diziam os antigos hermetistas egípcios:

PENSE (vibração inteligente);

SINTA (vibração de amor);

ENERGIZE (vibração interpenetrante).

” A luz é sua companheira fiel.
Vibre com ela que o Cosmos vibrará com você”.

Rama, Ramatís, Yogananda e Aïvanhov.

São Paulo, 02 de maio de 1992.

* Este texto pertence ao livro: Viagem espiritual, psicografado por Wagner D`Eloi Borges, com leve alteração feita por Waldo Vieira. Você Pode adquirir o livro pela LIVRARIA E EDITORA UNIVERSALISTA LTDA. Rua Carmela Dutra, 276 – Londrina – Pr. CEP 86.036-290 – Fone: (043) 321-5251. Visite a homepage do Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas para ter mais informações: www.ippb.org.br.

Autor: Wagner Borgesinfo@ippb.org.br

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Técnicas. Bookmark o link permanente.